Como ser mãe?

Como aprender a ser mãe? Ninguém nasce mãe, é preciso aprender a ser mãe, porém, ninguém te ensina, este voo é solo, é único, e você precisa voar, alçar novos voos a cada novo ciclo! Aprendemos a ser mães de recém nascidos, depois aprendemos a ser mães de adolescentes, depois aprendemos a ser mãe de adultos.
As dificuldades serão, intermitentes, afinal, quando você pensar que já sabe lidar com seu filho, vem um nova fase, provando que você não sabe nada. Então lá vai a mãe, tentar compreender, se aproximar, mostrar que amor, cuidado e carinho não tem idade. Vínculo não se constrói somente na primeira infância, relação de mães e filhos precisam de cuidado permanente também, assim como a árvore centenária continua precisando de chuva e sol, para se manter forte.
Se o seu filho cresceu, não deixe de segurar sua mão, não deixe de oferecer seu colo, não deixe de lhe oferecer proteção. Não é o tamanho e nem tampouco status que fazem dele forte, lá no fundo, ele ainda pode ser aquela criança carente, envergonhada, pedindo ajuda para enfrentar suas dificuldades, sejam elas quais forem. 
Filhos crescidos carregam outras dores, outro tipo de machucado, fazem birra de formas diferentes, gritam sem soltar a voz, ainda assim, são filhos!
Filhos crescidos aprenderam a mentir, sim, inclusive o que sentem, escondem o jogo, disfarçam as fragilidades, ainda assim, são filhos!
Filhos crescidos, filhos recém nascidos, isso é irrelevante, porque o que conta é magnitude do amor que torna essa relação a mais importante e duradoura de todas as demais, afinal, esta sim, é para toda vida!

Manuela de Godoy Gaspari
Simplesmente Mãe?